Estudo da UFSJ aponta que Resende Costa está em ritmo acelerado de contaminação pela Covid-19

Resende Costa continua apresentando aceleração no ritmo de contágio da Covid-19. Isso é o que aponta o boletim do NEPE – Núcleo de Ensino, Pesquisa e Extensão em Economia da Universidade Federal de São João del-Rei. O informativo de número 27, divulgou dados da contaminação no município, tendo como base o período de 20 a 27 de janeiro de 2021.

O dado foi levantado a partir da média móvel atual de casos na cidade, que é de 3,14 por dia. De acordo com os dados, no dia 06 de janeiro a média era de 0,57 aumentando para 1,86 no dia 13 de janeiro. O ritmo continuou acelerado e subiu para 2,86 no dia 20 de janeiro. Chegando nessa semana, com a maior média mensal: 3,14 casos. A média móvel é um indicador semanal que analisa a média de novos casos nos últimos sete dias e, a partir daí, em comparação com os dados de 14 dias anteriores, é possível analisar a propagação do vírus na cidade.

Dentre os municípios que pertencem a microrregião de São João del-Rei, além de Resende Costa, Bom Sucesso, Coronel Xavier Chaves, Dores de Campos, Lagoa Dourada, Ritápolis e São João del-Rei apresentam alta nas taxas de contágio. Já Barroso, Conceição da Barra de Minas, Nazareno, Prados, Santa Cruz de Minas, São Tiago, São Vicente de Minas e Tiradentes apresentaram redução.

2 óbitos e 158 casos confirmados

De acordo com o boletim epidemiológico emitido pela Secretária Municipal de Saúde de Resende Costa, no dia 27 de janeiro, Resende Costa tem 158 casos confirmados para a Covid-19, desses dois evoluíram a óbito e 123 já se recuperaram. As notificações são de 705, sendo que 182 foram descartadas após teste negativo para a doença.

 

Informações - Jornalista Vanuza Resende